QUEM SOU EU

Minha foto
Sou apenas "O PREGADOR". Neste blog resolvi postar alguns esboços, estudos e mensagens. Para mim, ser um pregador do evangelho é uma missão e nunca uma profissão. Sinta-se a vontade ao ler este blog, pois o Maná Diário do Pregador não pertence a nenhuma religião católica, protestante, evangélica, espírita, ou outra. Seja muito bem-vindo!

segunda-feira, 28 de março de 2011

DÍZIMO, QUEM ESTÁ ROUBANDO QUEM?



(trízimo).


INTRODUÇÃO:



“Jesus, porém, respondendo, disse-lhes:
Errais, não conhecendo as Escrituras,
nem o poder de Deus.”.
(Mateus 22:29).

- Se você fizer hoje uma pesquisa entre os crentes em Jesus Cristo, perguntando-lhes um versículo da Bíblia que fale sobre a salvação, a maioria citaria um ou dois versículos no máximo, e alguns talvez não soubessem sequer um.

- Se a pergunta for sobre um versículo que fale sobre o arrebatamento da igreja, com certeza, a maioria também não saberia lhe citar um versículo ao menos que fosse.

- Grande é o número daqueles que aceitaram a Jesus, sem nem ao menos saber quem é Jesus.

- Pegam suas bíblias e as colocam dentro da gaveta de uma estante, sem ao menos fazer uma leitura para ter a certeza de que aquilo que lhe foi ensinado, realmente é verdade.

- A maioria do crente em Jesus Cristo, foi treinada a não pensar por si mesmo, e a não buscar a verdade de Deus; seus líderes estão tão acima de qualquer suspeita, que confiam suas vidas nas mãos deles, ao invés de confiá-la a Deus.




- Sendo assim, muitos cristãos crê no SENHOR, de uma maneira condicionada a fazer tudo o que seus líderes mandam, sem ao menos questionar.




- Seus líderes, são respeitados como ungidos do SENHOR, e ai daquele que questionar um ungido do SENHOR. “Não toqueis os meus ungidos, e aos meus profetas não façais mal.”. (1º Crônicas 16:22).

- AMADOS, ungido SENHOR somos todos nós que aceitamos a Cristo e não somente aqueles que pregam ou louvam no altar.

- Não entregue sua preciosa vida nas mãos de homens “Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!”. (Jeremias 17:05), entregue-a ao SENHOR “Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja confiança é o SENHOR.”. (Jeremias 17:07).



- Exercite o hábito de estudar a Palavra de Deus; ore antes pedindo orientação do Espírito Santo, e Ele lhe conduzirá pelo Caminho da Verdade que a Vida em abundancia em Cristo Jesus.


DÍZIMO, O DEVORADOR DA IGNORÂNCIA:




- No entanto, por menos instruído na Palavra que seja um crente em Jesus, se você perguntar a ele para citar onde na Bíblia fala sobre dízimo, sem excitar ele te responderia:

“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro,
para que haja mantimento na minha casa,
e depois fazei prova de mim nisto,
diz o SENHOR dos Exércitos,
se eu não vos abrir as janelas do céu,
e não derramar sobre vós uma bênção tal
até que não haja lugar suficiente
para a recolherdes.”.
(Malaquias 03:10).

- Qualquer crente em Jesus Cristo sabe este versículo de cor; pode não saber nada a respeito sobre batismo, salvação, conversão, mas, sobre dízimo qualquer crente em Cristo Jesus é formado.

- Você já se perguntou por que pessoas simples e fáceis de ser manipulas por mercenários, não sabem quase nada sobre seus direitos em Cristo, mas sabem tudo sobre os seus deveres?




- A conhecida teologia da prosperidade que ensina que o dízimo convence ao SENHOR a repreender o devorador, e que inconscientemente faz de você um negociador de bênção com o SENHOR. “E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.”. (Malaquias 03.11).


- Subliminarmente, é implantada na mente do Cristão que se Ele não for fiel no dízimo, o devorador tem total domínio sobre sua vida, inclusive podendo até “devorar” sua salvação.




- Amados, subliminarmente está sendo ensinado ao cristão, que o dinheiro tem mais poder que o sangue derramado na cruz.

- Não estou entrando no mérito de se o dízimo deve ser ensinado ou não na igreja, mas fazer do dízimo a base da mensagem divina é coisa do diabo.

- O dízimo nunca foi e nunca será à base da fé cristã!

QUEM ESTÁ ROUBANDO QUEM?




“Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.”. (Malaquias 03:08).

- Sim, é verdade! Nos dízimos e nas ofertas o mercenário tem roubado almas Deus.

- Estrategicamente, mercenários tem ensinado a igreja que não dar o dízimo é roubar a Deus, é enfiar a mão na carteira do SENHOR.

- Roubar ao Senhor nos dízimos e ofertas é fazer do dízimo a base do cristianismo, pois assim sendo, muitos aceitam a Cristo Jesus, não por outro motivo a não ser pelo que o dízimo pode lhe proporcionar.


"Sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis,
como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso
fútil procedimento que vossos pais vos legaram,
mas pelo precioso sangue, como de cordeiro
sem defeito e sem mácula, o
sangue de Cristo.".
(1º Pedro 01:18,19).

- Almas preciosas estão sendo saqueadas do reino do céu porque o foco da mensagem de Cristo Jesus foi destorcido.

- Agora o “deus todo poderoso” é o dinheiro, é o dízimo?

- Agora quem sustenta o cristão não é mais a destra do Senhor, é o dízimo?

- Ladrões de almas são aqueles que fazem do dízimo a base do cristianismo.


(Deus ama ao que dá com alegria)

- Mais uma vez, eu gostaria de dizer que não estou entrando ainda no mérito de que se deve ou não dizimar e ofertar na sua igreja, pois Paulo deixou bem claro: “Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.”. (2º Coríntios 09:07).

- Veja bem: “Deus ama quem contribui com alegria e conforme se propõem seu coração.”.




- Ele não ama quem dá por persuasão ou constrangimento. Ama quem contribui com aquilo que não lhe causará tristeza.

- Também não deve contribuir por necessidade, ou seja, não contribua acreditando que por ter contribuído, Deus suprirá suas necessidades.

- Ofertar a Deus em troca de favores é negociar o inegociável, que é a sua salvação.


(este perdeu a salvação porque não deu o dízimo).

- Realmente alguém esta roubando a Deus nos dízimos e ofertas, e este alguém não é o dizimista “infiel”, este alguém é quem faz do dízimo a base do cristianismo.


JUSTIFICATIVAS DO MERCENÁRIO:




“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.”. (Mateus 23:23).

- Este versículo, é muito usado pelo mercenário para justificar a exploração da fé cristã.

- Dizem: “Jesus pregou e ensinou o dízimo no Novo Testamento.”.

- Existe um grande erro nesta interpretação:

- O maior erro está em dizer que este versículo faz parte do Novo Testamento, coisa que nunca fez.




- O Novo Testamento não começa com o nascimento de Jesus Cristo, ele começa com a morte de Jesus Cristo: “Porque onde há testamento, é necessário que intervenha a morte do testador. Porque um testamento tem força onde houve morte; ou terá ele algum valor enquanto o testador vive?”. (Hebreus 09:16,17).

- O Novo Testamento iniciou depois da morte do testador.

- Quando Jesus, o testador, ensina sobre o dízimo aos “judeus”, Ele ainda estava vivo, e o Novo Testamento ainda não havia iniciado.

- O dízimo era uma prática da lei, aplicada aos judeus (repare que em Mateus 23:23, Ele se dirige aos fariseus e não aos gentios), e se a lei foi extinta com o Novo Testamento, então porque, líderes cristãos fazem do dízimo a base da fé cristã?




- Existem muitas outras justificativas que o mercenário usa pra manipular os crentes em Jesus Cristo a enriquecer um reino terreno.

- Construção de templos bilionários, ajudar a pagar um programa de televisão que só ensina ao povo de Deus ajudar a pagar um programa de televisão.

- São tantas as justificativas para explorar a fé cristã, que até quase enfraquece nossa determinação de pregar o verdadeiro evangelho.




- Seja qual for à justificativa, existe um versículo na Bíblia que diz assim: “Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.”. (Mateus 10:08).


- Também diz assim: “Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos, nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordão; porque digno é o operário do seu alimento.”. (Mateus 10:09,10).

- Jesus estabeleceu uma diretriz para guiar aqueles que forem pregar o evangelho: “DE GRAÇA RECEBESTES, DE GRAÇA DAÍ.”.

- Por Deus nos ter coberto de bênçãos, devemos conceder generosamente uma parte de nosso tempo (o dízimo do nosso tempo), de nosso amor, e de nossas posses aos semelhantes.

- Também ensinou que é necessário cuidar daqueles que evangelizam.




- Os discípulos do SENHOR podem esperar receber alimento e abrigo pelo serviço espiritual que prestam.

- Devemos ter o cuidado de contribuir para com o sustento das necessidades daqueles que nos ensinam o verdadeiro evangelho.

- Porém, contribuir financeiramente em suas necessidades é bem diferente do que enriquecê-los de bênçãos terrenas a ponto de fazê-los amar mais as riquezas deste mundo do que a Cristo que pregam.

CONCLUSÃO:




“ESTA é uma palavra fiel:
se alguém deseja o episcopado,
excelente obra deseja.
Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível,
marido de uma mulher,
vigilante, sóbrio, honesto,
hospitaleiro, apto para ensinar;
não dado ao vinho, não espancador,
não cobiçoso de TORPE GANÂNCIA,
mas moderado, não contencioso,
não avarento;”.
(1º Timóteo 03:01,03).

- Fiel é esta palavra: “O ministro da Palavra de Deus não pode ser COBIÇOSO DE TORPE GANÂNCIA!”.

TORPE GANÂNCIA:




TORPE: desonesto, nojento, repugnante, indecente.

GANÂNCIA: ganhar, obter lucro.

TORPE GANÂNCIA: obter lucro por meios desonestos e fraudulentos. No caso, ficar rico com o dinheiro da Casa do Senhor.




- Pastor, bispo ou apóstolo devem ter em mente que Igreja não é empresa comercial e que dízimos e ofertas não se destinam a enriquecimento pessoal.

- A manipulação de muito dinheiro requer domínio próprio. Administrando um milhão de reais por mês ou apenas uma pequena quantia, o líder deve manter a mesma sobriedade e equilíbrio.




“Porque o amor do dinheiro é a raiz de toda espécie de males, e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.”. (1º Timóteo 06:10).

- O dinheiro não é a raiz de todo o mal.

- O amor ao dinheiro é a raiz de todo o mal.

- Esta “igreja” corrompida que existe por aí, é quem tem devorado almas preciosas.



- São estes mercenários que roubam nossa verdadeira fé em Jesus Cristo, substituindo-a pela fé nos dízimos e ofertas.

- Não me interpretem mal amados, não estou pregando contra o sustendo da sua igreja, mas estou lhes advertindo para que não sejais explorados na vossa fé.

“E que amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios. E Jesus, vendo que havia respondido sabiamente, disse-lhe: Não estás longe do reino de Deus. E já ninguém ousava perguntar-lhe mais nada.”. (Marcos 12:33,34).

- A base da fé cristã esta no amor a Deus e ao próximo como a si mesmo.

- Holocaustos, ofertas e sacrifícios nunca foram a base da fé cristã.


(lembra-te de mim quando entrares no teu reino).

- Quem ama a Deus acima de todas as coisas, não pode ser chamado de ladrão.

- Ladrão é quem ama mais o dízimo e a oferta do que ao Deus que prega.

- Dízimo, quem está roubando quem?


"A ÚNICA VERDADE QUE LIBERTA É A DE DEUS
AS OUTRAS APENAS MACHUCAM"

*

5 comentários:

  1. Seu Blog é otimo...que Deus te abençoe...

    ResponderExcluir
  2. Que Deus derrame bênçãos na tua vida!

    ResponderExcluir
  3. LUCELIA FERNANDES20 de junho de 2014 10:45

    PERFEITA EXPLICAÇÃO QUE JESUS TE ABENÇOE PELA PUBLICAÇÃO, ATRAVÉS DELA MUITAS VIDAS PODERÃO DESCOBRIR A VERDADE....

    ResponderExcluir
  4. fogo poder e e gloria vc é bençao para nossas vidas um abraço a graça e paz

    ResponderExcluir
  5. otimas suas palavras e explicações,parabens pelo blog,maravilhoso seria se muito mais pessoas tivessem oportunidade de ter contato com esse assunto

    ResponderExcluir